Brasil

Brasil registra 110 casos de covid-19 pela nova variante Delta

O Ministério da Saúde vai destinar mais de R$ 680 milhões para expansão de serviços na atenção primária à saúde ainda este ano. Para o ano que vem, serão cerca de R$ 1,5 bilhão para ampliar essa rede de atendimento. Os recursos estão previstos em duas portarias publicadas no Diário Oficial da União desta quarta-feira (21).

Durante coletiva de imprensa, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, destacou que a assistência adequada à saúde começa nas unidades básicas com ações estratégicas das equipes de Saúde da Família, de Atenção Primária e agentes comunitários.

Ao todo serão mais de 7.500 novas equipes e cerca de 13.400 novos agentes comunitários de saúde. O Secretário de Atenção Primária à Saúde, Raphael Câmara, destacou que todos os 2.003 municípios que solicitaram ampliação das equipes foram atendidos.

Sobre a pandemia de covid-19, o ministro Marcelo Queiroga explicou que a Fundação Oswaldo Cruz vai auxiliar o Ministério da Saúde na realização de testagem e rastreamento do coronavírus, já que as novas variantes são a preocupação do momento.

Segundo boletim do Ministério da Saúde, foram identificados 110 casos da variante Delta no país. Desses, cinco resultaram em morte. Antes conhecida como ‘variante indiana’, essa modalidade possui uma taxa de infecção maior do que o coronavírus original.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *