Economia

Fim de ano pode gerar 94 mil vagas de empregos temporários, diz CNC

As vendas do final do ano devem gerar 94 mil vagas de trabalho temporário. O cálculo é da CNC, a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo.

O número foi calculado a partir da previsão de um aumento de 3,8% nas vendas de Natal comparado com as vendas do mesmo período do ano passado.

Se a previsão se confirmar o número de vagas geradas se aproxima um pouco mais do patamar do Natal de 2013. Naquele período foram abertos mais de 115 mil postos de trabalho.

O economista do CNC, Fábio Bentes, alerta que a previsão depende do controle da pandemia e o cálculo foi feito apostando que a situação não volta a se agravar, como aconteceu no começo do ano. Para ele, a tendência é que o varejo contrate mais trabalhadores informais do que no ano passado. 

Rose Mary Ferreira, de 58 anos, que trabalhava como auxiliar em serviços gerais em uma ótica no Rio de Janeiro, perdeu o emprego em maio. Desde então, tenta sobreviver com um bico que faz como faxineira um dia por semana. E ela torce para que os ventos mudem. Rose diz que tem dúvidas sobre as perspectivas positivas para os próximos tempos, mas diz que “tem que pensar positivo”.

Segundo o levantamento, mais da metade das 94 mil vagas vão ser abertas nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Paraná. E os contratos vão acontecer principalmente no setor de vestuário, calçados e supermercados.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *